Pragmatic Economics and Sustainable Finance

Building solutions for a better world

Livro: Vida de Rico sem Patrimônio

Em 2015 publiquei Vida de Rico sem Patrimônio. Livros que ensinam as pessoas a ficarem ricas fazem muito sucesso. Eu vou na direção contrária. Quero mostrar como uma vida melhor é aquela na qual não acumulamos nada e ainda podemos viver como ricos. Minhas ideias seguem uma longa tradição em economia e finanças, desde a teoria de ciclo de vida de consumo de Franco Modigliani a hipótese de renda permanente de Milton Friedman, passando pelos resultados recentes de finanças comportamentais, como os de Daniel Kahneman. Você pode ler ainda mais na minha entrevista para a Folha de São Paulo.

61jBJIOJm7L._SL1000_

O modelo de finanças comportamentais ideal é aquele no qual terminamos a vida, ajustando-se para herança (que deve ser menor que pensamos), sem nenhum dinheiro. Planejamento financeiro de longo prazo é uma grande fonte de ansiedade e preocupação para as pessoas. O objetivo do longo é desmistificar os principais conceitos de finanças pessoais e permitir que as pessoas tomem decisões de longo prazo baseadas em estratégias que façam sentido para o perfil de risco e projeções de renda de longo prazo das famílias.

Concordo com Keynes: “O amor ao dinheiro, além de meio para aproveitar a vida, é uma dessas propensões semicriminosas, semipatológicas, que deveriam ser displicentemente relegadas aos especialistas em doenças mentais”

Vida de Rico sem Patrimônio já está a venda e você pode ler o primeiro capítulo. Sinta-se a vontade para me contatar se quiser mais informações.

 

7 thoughts on “Livro: Vida de Rico sem Patrimônio

  1. Rodrigo eu li seu livro ontem em uma velocidade impressionante de tão interessante e não usual que é, porém gostaria de lhe perguntar sobre o atual momento do Brasil…você acredita que voltaremos a década de 80, ou seja, hiperinflação e instabilidade? Se sim, devo imaginar que títulos públicos atrelado a inflação sejam os melhores, porém os únicos investimentos seguros e rentáveis para um período negro a frente?

    Liked by 1 person

    1. Caro Felipe,
      Muito obrigado pelo seu comentário e leitura do livro! Eu acho que estamos muito longe de um cenário tipo anos 80. Não estamos mais estáveis como na época que escrevi o livro, mas com certeza em muito melhor situação que na época da hiperinflação. Explico: para que haja hiperinflação o governo tem que imprimir dinheiro em vez de financiar o déficit to Estado com títulos públicos. Não é o que temos visto. A taxa de juros continua alta e os títulos públicos continuam sendo excelentes investimentos. E posso te dar uma boa notícia: se vc tem medo da inflação, compre Tesouro IPCA, que hoje paga cerca de 7,3% mais a variação do IPCA, como você mesmo afirmou no seu comentário. Mesmo que a inflação suba, vc não tem como perder dinheiro e ainda tem rendimento real. Não são os únicos investimentos seguros, já que em períodos de alta inflação ativos reais agem como reserva de valor. Mas seriam os únicos ativos financeiros seguros, junto com moeda estrangeira, nessa situação. Não acho que vá acontecer, mas se você quer mesmo se proteger desse cenário, não há como fazê-lo com algo melhor do que o Tesouro IPCA.

      Like

      1. Prezado Rodrigo, obrigado pela resposta! Um dos motivos de ter gostado de seu livro é que o mesmo foge da mesmice auto-ajuda para famílias que não conseguem poupar, muito pelo contrário possui argumentos técnicos que me despertaram a atenção, parabéns! Encontro-me em um dos casos citados no livro, junto com minha esposa formamos um casal jovem que encontra-se no período de comprar a casa ou não…graças a constante busca por mais educação financeira possuímos dinheiro para comprar um imóvel a vista (o que não é fácil tendo em vista que moro no RJ), daí ao observar os valores e notar que possuo o valor do imóvel penso: devo imobilizar meu dinheiro em um passivo ou permanecer no aluguel e construir um patrimônio (ativos) cada vez maior? É impressionante a pressão familiar para a primeira opção, mas confesso que estou muito mais inclinado na segunda. Enfim, nesta indecisão não posso aplicar no Tesouro IPCA, pois necessito de dinheiro a ser utilizado a qualquer momento, por esta razão tenho diversificado meus investimentos entre LCI (bancos grandes e médios) e Tesouro Selic.

        Like

  2. Prezado Prof. Rodrigo,

    O seu livro é simplesmente sensacional e me senti na obrigação de vir aqui parabenizá-lo.

    Vida de Rico sem patrimônio me ajudou a quebrar paradigmas e derrubar muitos mitos como o amor ao tijolo.

    Faz parte agora do meu conjunto de livros prediletos sobre finanças.

    Parabéns e um grande abraço !!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s